Pela primeira vez na história do município de Tucano a Jornada Pedagógica é cancelada. Apenas a abertura oficial aconteceu na noite de ontem, segunda-feira.

O motivo é fácil de compreender: o prefeito Luiz Sergio (PSD) cortou do salário de janeiro de 2017 diversos direitos adquiridos pelos professores e ainda não pagou o 1/3 férias dos profissionais.

No dia 17 de fevereiro, a categoria se reuniu em assembleia e decidiu por unanimidade que não participaria da jornada caso todos os pagamentos não fossem efetuados, e que aguardariam um comunicado oficial até o meio dia de ontem, segunda-feira, garantindo a resolução do impasse.

De posse do resultado da assembleia, o prefeito tratou de correr para a rádio com a secretária de educação e fez uma participação no primeiro programa do dia da emissora no dia 20 de fevereiro e afirmou que o pagamento seria realizado e que todos os professores deveriam se dirigir à noite para a abertura da jornada.

Confiando, os professores foram ao evento e nesta terça-feira quando seria o segundo dia da jornada nas escolas, foram surpreendidos pelo não cumprimento do acordo e nenhum pagamento foi realizado. O fato gerou revolta geral nos professores, o que culminou com uma ida urgente do presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Tucano, José Nilson dos Santos na rádio hoje cedo e divulgou uma nota oficial do sindicato cancelando a participação dos professores na continuidade das atividades da jornada.

Usando como tema “Educação com Compromisso” e tendo levado um palhaço para tentar animar, a jornada virou motivo de piada na internet. “Um Palhaço na Abertura da jornada! Somos todos palhaços? Foi esse o recado?”, escreveu um professor identificado por Anjobson Martins. Numa outra postagem o professor Antonio Uilton comenta: “Hoje, após um dia do prefeito ter ido às rádios firmar compromisso, que não cumpriu deveríamos em tese, praticamente, está voltando às nossas atividades, mas ainda não nos foi pago o terço férias. Diante desse contexto, decidimos, em assembleia, não dar segmento à Jornada Pedagógica, até que tenhamos a garantia do pagamento”.

Fonte: Bahia Já
Continue Lendo
Olha, aí. Depois de virar manchete em todo o mundo em 2015, após um vídeo mostrando seu membro viralizar na internet. O mexicano Roberto Esquivel, de 54 anos, tem tido muitos problemas por causa do tamanho do pênis. Em entrevista, ele revelou que quer ter seu nome no “Guinness Book of Records”, o livro dos recordes e descarta fazer qualquer cirurgia.

De acordo com o médico Jesus David Salazar Gonzalez, apesar de ser super-dotado, o pênis grande causou  uma série de problemas de saúde para Roberto, incluindo frequentes infecções urinárias, pois nem toda sua urina sai pelo lugar correto. Ainda conforme o urologista, o mexicano também é incapaz de dormir de frente e tem que “embrulhar” seu pênis em seu próprio travesseiro para não sentir desconforto à noite.

Por causa disso, Roberto foi aconselhado pelo médico a realizar uma cirurgia para diminuição de seu pênis. “Apenas desta forma, ele poderá ter relações sexuais e ter filhos. Mas, ele não aceita e prefere um pênis maior que o resto do povo. Na cultura latina, quem tem o pênis maior é ‘mais macho’. É algo que o torna diferente do resto das pessoas e faz com que ele se sinta especial”, disse o médico.

Segundo Roberto, o pênis dele, de meio metro, quebrou o recorde que pertencia ao ator americano Jonah Falcon, cujo pênis era de 24 centímetros flácido e 34 centímetros quando ereto. Ele descarta qualquer tipo de tratamento antes de ganhar o reconhecimento do livro dos recordes. “Algumas pessoas me perguntam se eu coloco alguns preservativos e a resposta é que eu não posso. Nunca consigo penetrar em ninguém porque é muito grosso”, afirmou Roberto.

Foto: reprodução
Continue Lendo
Decisão tem caráter liminar e foi publicada nesta quarta-feira (15) no Diário da Justiça
A Justiça da Bahia determinou a suspensão dos efeitos da proposta de emenda à Constituição (PEC) estadual que concede pensão especial vitalícia aos ex-governadores baianos. A decisão tem caráter liminar e foi publicada nesta quarta-feira (15) no Diário da Justiça, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

O pagamento consta na Constituição do Estado da Bahia, e a decisão do juiz considera o ato “lesivo” ao patrimônio do estado. A decisão define o benefício como inconstitucional e, por isso, pede a anulação dos pagamentos vitalícios. Além disso, pede a extinção do referido artigo da Constituição baiana, por “configurar atentado aos princípios da igualdade, moralidade, impessoalidade, simetria, dentre outros”.

Em caráter de urgência, o juiz responsável pela decisão pede o afastamento da aplicação do benefício e cita os ex-governadores João Durval Carneiro, Paulo Souto e Jaques Wagner como beneficiados pela pensão. O cumprimento das determinações deve ser feito num prazo de até 15 dias a partir de hoje, sob pena de “cometimento de crime de desobediência e multa pessoal diária ao servidor responsável pela exclusão da folha de pagamento”.

A decisão ainda delega ao Estado  da Bahia, por meio da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) que elabore uma planilha, na qual estejam discriminados todos os valores pagos a cada um dos ex-governadores, pensionistas e demais pessoas beneficiadas pelo artigo em questão. Em nota, a PGE informou que “irá analisar o inteiro teor da decisão para, só então, adotar as medidas judiciais cabíveis”.

Ação popular

A medida, de caráter liminar, é fruto de uma ação popular movida secretário-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares do Estado da Bahia, pelo Fábio da Silva Brito. Na decisão, o juiz responsável lembra que, para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o artigo “fere preceito constitucional” da Carta de 1988.

A PEC Estadual 141/14 foi aprovada em novembro de 2014, na Assembleia Legislativa da Bahia, por unanimidade. A proposta, de autoria do então deputado estadual Adolfo Menezes (PSD), foi sancionada, no mesmo dia da aprovação, pelo então governador da Bahia, Jaques Wagner, um dos beneficiários da pensão. Desde então, os ex-governadores citados recebem pensão de R$ 20 mil e, em caso de morte, o valor pode ser transferido para as respectivas viúvas.

Fonte: Agência Brasil
Continue Lendo
O servidor municipal Lourival Cavalcante da Silva, 41 anos, foi morto à facada no início da tarde desta quinta-feira (16), no povoado de Pinhões, zona rural de Euclides da Cunha. De acordo com informações, o crime aconteceu por volta das 14h, e um cunhado da vítima é o principal suspeito da autoria do crime.

Informações complementares dão conta de que, antes do crime, Lourival e o suspeito teriam discutido por causa de dinheiro. Sem entendimento, os dois saíram de onde estavam e foram para suas respectivas moradias. Lourival trancou-se na própria casa, mas seu desafeto quis resolver o impasse de maneira violenta, arrombando a porta dos fundos da casa da vítima, e na sala desferiu um golpe de arma branca (faca). O ferimento atingiu a região do peito do vigilante, que ainda saiu da residência para a parte da frente do imóvel, para pedir socorro, mas morreu pouco instante depois.

Após o crime, o homicida fugiu para um destino ignorado.

A Polícia Civil de Euclides da Cunha já está investigando o caso e faz diligências, na tentativa de localizar e prender o suspeito.

O corpo de Lourival foi removido para o Instituto Médico Legal de Euclides da Cunha.

Lourival morava no povoado de Pinhões com sua esposa que está grávida – ela foi levada às pressas para o Hospital Português/ACM em virtude do trauma sofrido. Ele tem outros dois filhos, todos menores de idade. Antes de atuar como vigilante, Lourival já foi carcereiro da Delegacia Territorial de Euclides da Cunha.

Fonte: Rádio Povo
Continue Lendo
Valdicreide Silva Dantas, de 22 anos, foi presa depois de quase 10 dias de investigações. A Policia Civil divulgou nesta quinta-feira (16) que uma guarnição flagrou a mulher com aproximadamente 1 kg de maconha.

Os policiais da 19ª Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior), com sede em Senhor do Bonfim, 242 km de Serrinha, abordaram a mulher quando ela estava chegando em casa, na quarta-feira (14). Ao fazer uma busca pessoal, foi encontrada a droga.

Na delegacia, ela disse que a maconha estava sendo trazida de Juazeiro, no norte da Bahia, e seria comercializada na cidade. Autuada em flagrante por tráfico de drogas, Valdicreide agora encontra-se custodiada na Coorpin/Senhor do Bonfim à disposição da Justiça.

A polícia procura, agora, encontrar o fornecedor da droga. A investigação também irá descobrir qual a forma de distribuição usada pela quadrilha.

Fonte: PCS
Continue Lendo
Dois paranaenses e um catarinense foram presos em flagrante, na quarta-feira (15), por policiais da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Santo Antônio de Jesus, depois de tentarem sacar, numa agência da Caixa Econômica, valores em contas do FGTS fraudadas por eles.

Gleysson Suenson Loures, de 47 anos, natural de Londrina, José Carlos Belli, 49, de Curitiba, e Patrick Boscato Vicente, 20, de Camboriú, estavam se dirigindo ao hotel onde estavam hospedados, no centro da cidade, quando foram abordados pelos policiais, que foram acionados pela agência bancária.

No hotel, foram apreendidos diversos documentos de identidade falsificados, extratos do FGTS em nome de vítimas, comprovantes de residência fraudados, dinheiro e um veículo Ford Fiesta, com licença de Salvador. O trio foi autuado em flagrante por estelionato e agora se encontram custodiados à disposição da Justiça.
Continue Lendo
Cerca de quatro homens armados explodiram caixas eletrônicos de uma agência bancária, e trocaram tiros com a polícia no município de Novo Triunfo, na madrugada desta quinta-feira (16). Os suspeitos conseguiram fugir, e ninguém ficou ferido.

Segundo informações da polícia, a ação aconteceu por volta das 3h e durou cerca de 20 minutos. A agência, única da cidade, ficou parcialmente destruída após a ataque dos bandidos. A Polícia Militar (PM) interditou o local e aguarda a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para fazer a perícia.

A PM de municípios próximos foi acionada para ajudar na busca pelos bandidos, mas até às 9h30 desta quinta-feira, ninguém foi preso. A polícia não soube informar o valor lavado pelo grupo. 
Suspeitos fugiram com dinheiro a bordo de carro; ninguém foi preso

Fonte: PCS
Continue Lendo
Se as eleições presidenciais fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva venceria a disputa com os demais adversários, segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta quarta-feira, 15, pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

De acordo com o levantamento, Lula apresenta hoje 30,5% das intenções de votos contra 11,8% de Marina Silva; 11,3% do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece apenas como quarto colocado, com 10,1%. Ciro Gomes (PDT-CE) tem 5% e o presidente Michel Temer conta com 3,7%.

A soma dos votos branco/nulo ou indecisos chega a 27,6%. Esses valores têm como base a consulta de intenção de voto estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados.

No cenário de consulta espontânea, quando não é apresentado nenhum nome aos entrevistados, Lula também lidera com 16,6% as intenções. Neste caso, Bolsonaro aparece em segundo com 6,5% e Aécio Neves em terceiro, com 2,2%. A soma de branco/nulo ou indecisos chega, contudo, a 67,8%.

Favorito - "O presidente Lula ganha hoje em todos os cenários. Se as eleições fossem hoje, facilmente seria eleito como presidente da República. Há também um crescimento bastante significativo do Jair Bolsonaro, que mostra esse nicho de pessoas que pensam de forma diferente da média", afirmou o presidente da CNT, Clésio de Andrade.

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 a 11 de fevereiro. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 138 municípios de 25 unidades federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.
Continue Lendo
O corpo de Adailton Carvalho Barbosa, 43 anos, foi encontrado dentro do carro dele, na zona rural de Santa Bárbara, no Centro-Norte do estado, no fim de outubro de 2016. Ele foi sequestrado, colocado no veículo por bandidos, o carro incendiado e Adailton morreu carbonizado. Quando o corpo foi encontrado havia um documento com ele, mas faltava a confirmação da perícia. A identificação pelas impressões digitais era impossível nesse caso. A família não tinha prontuários odontológicos para a identificação por meio da arcada dentária. A saída foi um tanto inusitada: ele foi identificado pelo sorriso.

“A família trouxe uma fotografia de boa qualidade e conseguimos identificá-lo”, conta o perito odonto-legal Celso Danilo Fonseca Vilas Boas, responsável pela 1ª Coordenadoria Regional de Polícia Técnica (Feira de Santana), uma unidade do Departamento de Polícia Técnica que mais usa essa técnica.

Na prática, trata-se de uma comparação entre o sorriso de uma pessoa em uma foto e o do corpo. Com a ajuda de um programa de edição de imagens, os peritos fazem uma espécie de ‘decalque’ da linha do sorriso – tanto na foto cedida pela família quanto na foto dos dentes do corpo. É esse desenho que vai ajudar a concluir se o sorriso é da mesma pessoa ou não. Segundo Celso Danilo, somente em Feira de Santana, cerca de dez pessoas já foram identificadas assim, desde 2014. Feira é um dos poucos locais do estado onde essa técnica é aplicada: em Salvador, por exemplo, ainda não é adotada.

“Com o advento da fotografia e de redes sociais, selfies e câmeras cada vez melhores, a gente pode ter fotografias de sorriso com vários detalhes, que nos permitem fazer um confronto para comparar com outro”, diz. Segundo Celso Danilo, quando a pessoa está sorrindo, há características como alinhamento, quantidade de dentes e posição deles – se tem um mais alto ou mais baixo, por exemplo – que podem ser vistas. “Há até uma linha do sorriso que forma uma característica única. A variação da dentição não dá para ser igual entre pessoas diferentes”, diz.

Baixo custo - Uma das principais vantagens, segundo o DPT, é justamente o baixo custo. Basta ter a foto em alta qualidade e um programa de edição de imagens. Já um exame de DNA pode chegar a custar R$ 10 mil. Além disso, o resultado da identificação pela fotografia sai mais rápido que outros exames. O sorriso pode ser comparado em até dois ou três dias e há testes de DNA que levam uma semana para ficar prontos.

“Quanto menos tempo gastarmos para fazer a identificação e liberar para o sepultamento, melhor. É importante e a gente tenta, ao máximo, diminuir esse tempo”. A identificação por meio do sorriso faz parte de um perfil biológico que é traçado daquele corpo, segundo o perito João Pedro Pedrosa. “O método faz parte de um estudo antropológico do corpo, no qual também é definido gênero, idade, estatura estimada... A partir do confronto de todas essas informações, a gente vai chegar a essa conclusão”, explica.

Um ponto importante é que a foto tenha alta resolução – e que a pessoa esteja, de fato, sorrindo. Ou seja: uma foto 3x4, por exemplo, não funciona. Mas, para que a fotografia ajude, é preciso levar em consideração a situação do corpo. Se os dentes forem afetados de alguma forma – em um acidente automobilístico, por exemplo, em que a pessoa perde os dentes da frente – não dá para usar a técnica.

“Em alguns casos, o corpo pode ser queimado, mas os dentes são mantidos. Em outros, eles são destruídos. Mas, em situações em que, normalmente, o tecido humano se perde com facilidade, a tendência é que os dentes resistam a essas ações, inclusive a temperaturas mais altas”, continua João Pedro. Inclusive, nada impede que os métodos sejam combinados – embora a identificação por meio das arcadas e a através de fotografias se bastem, se as duas estiverem disponíveis, elas podem ser aliadas.
Especialista explica que quando a pessoa está sorrindo, há características como o  alinhamento, a quantidade de dentes e a posição deles que podem ser analisadas 
Continue Lendo
Um homem foi preso suspeito de matar a própria mãe e atirar contra dois vizinhos no município de Andorinha. Segundo informações da 19ª Coorpin (Coordenadoria de Polícia do Interior) de Senhor do Bonfim, o caso aconteceu no último domingo (12).

De acordo com a polícia, Francisco da Silva Ferreira, de 30 anos, conhecido também como Nem, se desentendeu com dois vizinhos e foi até sua casa pegar uma arma. No imóvel, algumas pessoas tentaram tomar o revólver e evitar uma possível tragédia. Durante a confusão, a arma disparou e atingiu a mãe do acusado. Valdete Anália da Silva Ferreira, de 55 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Ainda de acordo com a polícia, mesmo vendo sua mãe gravemente ferida, Nem saiu da casa e atirou contra os vizinhos. Ambos foram baleados, encaminhados para um hospital da região, mas não tiveram o estado de saúde divulgado. No mesmo dia, Francisco foi preso e ficará custodiado à disposição da Justiça. O caso será investigado pela polícia Civil de Senhor do Bonfim.
Continue Lendo