Cerca  de seis  homens encapuzados e  fortemente armados, explodiram  na madrugada  desta quinta-feira dia 31, o posto de alto-atendimento do Banco do Brasil no distrito de Caldas do Jorro, no município de Tucano. Segundo informações, os elementos chegaram  por  volta das 02h20min, em dois  veículos: uma L-200 de cor escura e em um Gol branco e demais  dados não anotados, e estouraram  com um pé de cabra, o cadeado  que trancava a grade  da porta do Pelotão da  Guarda Civil Municipal, e rederam   os quatros  agentes  que se  encontravam de plantão, obrigando-os a deitarem  no chão. 

Após  renderem  os agentes, os elementos  foram  até o imóvel onde ficavam os caixas  eletrônicos e  denotaram  o estabelecimento com duas dinamites e levaram os  caixas com todo dinheiro. Devido  à violência  das explosões, o imóvel  ficou totalmente destruído, atingindo também  parte da  parede do Pelotão, que sofreu várias  rachaduras.

De  acordo com as informações, após  a ação que durou cerca de 15minutos, a quadrilha fugiu  efetuando  vários disparos  para  cima no intuito de intimidar  os curiosos  e seguiram  por uma estrada vicinal, que dar acesso à cidade de Cipó.

Policiais  Militares  do1º-Pelotão de Caldas do Jorro, 2ª-CIA/ Tucano e  uma guarnição da CIPE-LITORAL NORTE (CAEL), realizaram várias  diligências para prender os elementos, porem  não obtiveram  êxito.

O Coordenador de Área e Comandante do 1º-Pelotão de Caldas do Jorro, Ten. Alex Andrade,  informou para nossa reportagem, que a viatura  da 2ª CIA/Tucano, teve os dois pneus dianteiros furados com os grampos  que  os elementos  haviam colocado na pista que dar acesso a sede do município, ao referido  distrito. A polícia  encontrou  diversos cartuchos deflagrados  de pistolas 9 mm, ponto 40 e 380, além de um cartucho de escopeta  calibre 12. Apesar dos disparos, ninguém ficou ferido.

 
Fonte: Gil Santos Notícias