A manifestação chegou ao fim na BR-101, próximo ao município de Catu, a 226 km de Caldas do Jorro. Segundo o posto da Polícia Rodoviária Federal de Alagoinhas, manifestantes bloquearam as duas vias da BR e queimaram pneus no local, causando congestionamento nos dois sentidos da via (Alagoinhas-São Sebastião do Passé e Pojuca-Salvador).

Os manifestantes reivindicavam mais segurança pública, depois que um atentado deixou dois feridos e dois mortos no sábado (26), no bairro Barão de Camaçari, na periferia de Catu. Por volta de 21h40, um carro prata disparou uma série de tiros contra o grupo matando na hora Elisangela Teixeira Pereira e Lucas de Jesus Santos, 20 anos.

Adilton Brito da Cruz, 34, foi ferido de raspão e Catarino da Conceição Santana levou um tiro no abdômen. Os dois foram levados para o Hospital Geral do Estado, em Salvador. De acordo com a 3ª Companhia Independente da Policia Militar (CIPM/Catu), ainda não há informações sobre o motivo do crime e os autores.
Fonte: PCS