Um homem de 35 anos jogou seu filho de três anos de um prédio de 52 andares e, em seguida, pulou. Isso aconteceu depois que um juiz ordenou que ele entregasse o menino para sua ex-mulher. As informações são do Daily Mail.

O pai foi identificado como Dmitriy Kanarikov, um analista de sistemas morador do Brooklyn, nos Estados Unidos. O menino Kirill despencou 46 andares depois de ser empurrado do parapeito do edifício e caiu no telhado. 
  
O menino estava vivo quando os paramédicos chegaram ao local, mas morreu minutos depois no hospital. Kanarikov deveria entregar seu filho para a ex-mulher Svetlana Bukharina em uma delegacia de polícia, após disputa da guarda da criança. O imigrante ucraniano não deixou nenhuma carta explicando sua ação. Em setembro, Kanarikov escreveu em sua página no Facebook: "Eu quero ser o melhor pai e marido. Nada é mais importante para mim agora"  
Segundo uma testemunha, o menino vestia um pijama de Natal no dia do acidente. 
Fonte: R7