1462080_508503329256828_265779972_n 
Em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira dia (09), no salão de  reunião do Clube Cultural 5 de  agosto, coordenada pelo SINDSMUT, os servidores não docentes da educação pública municipal de Tucano-BA, ou seja, os servidores de apoio à educação que recebem dos 40% do FUNDEB decidiram paralisar suas atividades.

Os motivos da assembleia e, consequentemente, da decisão extrema tomada, são os mesmos que veem ocorrendo nos últimos meses, isto é, atraso no pagamento de salários sem qualquer informação formal por parte da administração pública municipal, sobre os possíveis motivos para tal atraso e muito menos uma previsão de data para pagamento.

“Diante de tanta instabilidade e sem um motivo aparente, pois os recursos do FUNDEB, repassados ao município de Tucano, estão sendo feitos normalmente, a decisão da assembleia também é de que representantes da categoria, juntamente com representantes do Sindicato procurem o Ministério Público para solicitar uma intervenção, já que estamos a menos de quinze dias do pagamento da segunda parcela do 13º e sequer foram creditados nas contas de servidores o salário do mês de novembro. Além disso, ainda teremos os vencimentos do mês de dezembro, a ser pago, até o fim do mês”, relata  o presidente  José Nilson Ferreira dos Santos.

“Concluímos, pedindo desculpas a toda a população devido aos transtornos causados, mas lembramos que é preciso refletir bem quem são os verdadeiros culpados por esta situação”, Finaliza Nilson Negão.

Fonte: Assessoria  de Comunicação do SINDSMUT