O ex- presidiário  Lucas  Santos Macedo, de 24 anos, foi  morto  no final da tarde  desta sexta-feira  dia (27), durante  uma troca de tiros  com policiais militares do 1º Pelotão/ Caldas do Jorro, sob o comando do Ten. Alex Andrade, 2ªCia/Tucano e o CETO do 5º BPM/Euclides da Cunha. A  ação policial  aconteceu por volta das  17h30min, na Rua José Penedo, no bairro – Lagoa  do Astério,  no  distrito de  Caldas  do  Jorro.
Segundo informações  da PM, os policiais  foram informados  via denúncia  anônima, que  em uma residência  no referido  bairro, havia  vários  elementos  armados e  ao se deslocarem para  o local  no intuito de   averigüar  a veracidade  da denúncia, as guarnições   foram   recebidas  à  bala.

Ainda  de  acordo  com a Polícia Militar,  durante  o confronto, um dos elementos acabou  tombando. Atingido em várias partes do  corpo, Luquinhas  como era  conhecido, foi  socorrido  pelos PMs para a  emergência do Hospital Mariana Penedo,  onde  acabou  não resistindo aos  ferimentos e faleceu.

Lucas estava custodiado no presidio de Simões  Filho, onde respondia por porte ilegal de  armas e trafico de  drogas, e foi  beneficiado com o induto de Natal.
Durante  a operação, os policiais  prenderam três   comparsas  de Luquinhas, Jonathan Nascimento Santos, vulgo “Dentinho”, natural de Feira de Santana, e mais dois que não tiveram os nomes  divulgados, e apreenderam, um revolver calibre 38 e cerca de 1,5kg de crack. Os demais conseguiram  fugir.  

Os detidos e  os materiais  apreendidos  foram  encaminhados e apresentados  na DP de Euclides da Cunha.

O corpo  da vítima  foi removido pela Nova Funerária  Vando para   o Departamento de Polícia Técnica (DPT), de Euclides da Cunha, onde será necropsiado, seu sepultamento estar  marcado para  as  16h deste sábado dia 28  no cemitério de Tucano.
 

Fonte: Gil Santos Notícias