O menino que morreu após se afogar na piscina do Bahia Othon Palace, na tarde desta terça-feira, 14, foi João Vitor Santos, de 5 anos, que participava com os pais de evento religioso no salão de convenções do hotel, após pular na parte mais funda da piscina.
Nenhum funcionário do hotel nem os hóspedes afirmaram ter percebido o menino enquanto se afogava na piscina de adultos, que por ficar vizinha à piscina infantil, pode levar a crer que o menino tenha se confundido. João Vitor foi encontrada pelo pai que percorria todas as partes do hotel à procura do filho, só avistando-o quando subiu na cobertura, o que o levou a pular imediatamente na piscina na tentativa de salvar o filho, porém, sem sucesso, embora a criança só tenha falecido enquanto era transportado ao hospital. 
O soteropolitano pai do menino, que mora atualmente em Ribeira do Pombal, trata-se do Pastor Lázaro, que já trabalhava junto aos evangélicos pombalenses há cerca de dois, à frente da Igreja Internacional da Graça. Ele participava de encontro entre pastores que a igreja realiza anualmente. O enterro aconteceu hoje, 15, na capital baiana por volta das 17h. Pombalenses membros da igreja se dirigiram à Salvador para acompanhar o sepultamento da vitima, prestando solidariedade ao líder religioso.
Fonte: R7