Helen Ann Williams, de 44 anos foi presa em North Charleston, na Carolina do Sul, (EUA), após agredir o marido com um esquilo de cerâmica. A mulher aguardava a volta do marido com a bebida, mas assim que ele chegou em casa e deu a notícia de que não havia conseguido comprar a bebida a acusada partiu para a agressão. Conforme matéria da NBC / CNN, publicadas pelo site G1.

Com base em informações veiculadas em grandes jornais internacionais e publicadas pelo G1, o parceiro de Williams argumentou que todas as lojas por qual passou estavam fechadas. O homem foi em direção à cozinha para fazer um sanduíche e Helen, que estava furiosa, pegou um esquilo de cerâmica da casa e usou como arma para golpear o marido na cabeça, e ainda pegou os fragmentos para atacá-lo em seguida.

A vítima fugiu para a casa de um vizinho, de onde chamou a polícia. Os oficiais chegaram, viram o homem com cortes e foram até Williams, que argumentou que o parceiro havia caído e se cortado com os pedaços da estátua, e disse também que o sangue que estava em suas mãos não era do marido.

A americana foi presa por violência doméstica e levada para a cadeira do condado de Charleston, sob fiança de R$ 23 mil. O homem ferido foi levado ao hospital para tratar seus ferimentos e passa bem.