Geruso Pinto da Silva, de aproximadamente 27 anos, foi morto com vários tiros, que atingiram a região torácica e abdominal quando conversava com amigos na Rua Padre Madureira, próximo a uma padaria, que fica a cerca de 100 metros da igreja matriz.

Segundo informações de testemunhas, por volta das 22h50 de segunda-feira,20, um veículo de marca não identificada  e placa não anotada, chegou repentinamente pela Praça da Matriz, deu uma freada brusca e logo foi aberta uma porta traseira de onde saiu um homem encapuzado e fez vários disparos a queima roupa, acertando a vítima, que desesperada saiu correndo, cruzou todo jardim da igreja e chegou até o centro comercial onde encontrou uma farmácia aberta, ao perceber o jovem com o corpo crivado de balas, uma equipe de uma empresa de vigilância noturna  pegou a viatura  e o levou até o Hospital Regional de Conceição do Coité, onde ainda consciente desceu do veículo cambaleando, ao chegar na maca do setor de emergência não resistiu e veio a óbito antes mesmo do médico plantonista iniciar os procedimentos. Geruso foi atingido no peito esquerdo, ombro direito, rins e intestino. As pessoas que estavam com ele não foram atingidas.
 
A Policia Militar realizou rondas na tentativa de encontrar o veículo usado no crime, mas não conseguiu, informações de populares davam conta que seguiu sentido Riachão do Jacuípe. A Policia Civil para iniciar os trabalhos de investigação esteve no local e recolheu quatro cápsulas de projétil de pistola 9mm.
 
De acordo com registros da Polícia, Geruso tinha passagens pela Delegacia por ter praticado vários delitos, entre os crimes era acusado de participação de roubo de veículos. Inclusive a cerca de 3 anos uma equipe da Delegacia de Repreensão a Furtos e Roubos – DRFR de Feira de Santana esteve em Coité onde encontrou várias motos com procedência duvidosa e afirmou que o mesmo estava envolvido na venda dos veículos. Na ocasião, ele foi levado para Feira de Santana.

Este foi o terceiro homicídio de 2014 no espaço de menos de uma semana registrado pela policia de Coité.
 Fonte: Calila Notícias