Uma paciente internada no Hospital Dr. Edson Silva, na cidade de Queimadas, no nordeste baiano, morreu após esperar seis dias por uma transferência para “uma unidade de maior suporte”, segundo documento da Secretaria Municipal de Saúde, obtidos pelo Bahia Notícias.

Maria Conceição Santos de Jesus, 46 anos, chegou à unidade no dia 31 do mês passado, com febre, falta de ar e pressão elevada. Ela foi diagnosticada com “derrame pleural massivo”, ou seja, um acúmulo de líquido no pulmão direito, segundo o atestado da pasta. “Automaticamente foi feito um relatório para a paciente ser colocada na Central estadual de regulação sob nº de protocolo 994874 no dia 01/01/2014 na tentativa de conseguir uma vaga para transferir para uma unidade de maior suporte”, diz o documento.

No entanto, apesar de o hospital municipal ter dado o suporte possível a ela e manter contato com a Central de Regulação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), durante os seis dias, o quadro clínico se agravou, com diagnóstico de novos problemas: insuficiência respiratório aguda, diabetes tipo 2, pressão elevada e anemia. “Foi relatado tudo na regulação, porém a paciente, às 12h50 deste dia [segunda-feira, 6], evoluiu a óbito, sem a vaga ser garantida”, finaliza o relatório da Secretaria Municipal de Saúde de Queimadas.