A mulher que foi espancada por "justiceiros" está morta. Fabiana Maria de Jesus, 33 anos, moradora do Guarujá, litoral paulista, não resistiu na manhã desta segunda-feira (5). Ela foi vítima da agressão por causa de um boato de que havia uma sequestradora de crianças na região para rituais de magia negra.

De acordo com informações da Rede Record, a investigação policial aponta para o rumor espalhado na Internet como motivo do crime e afirma que não havia nenhum boletim de ocorrência sobre sequestro de menores no Guarujá. A agressão foi registrada em vídeo e, segundo os vizinhos, ela estava apanhando por ser a mulher que estava sequestrando crianças na região

Duas imagens circulavam pelas redes sociais: um retrato falado, e uma foto de uma mulher. O primeiro, na verdade, pertence a um caso de 2012, ocorrido no Rio de Janeiro. Já a fotografia remete a uma página de humor no Facebook, chamada “Jaciara Macumbeira”. A página no Facebook Guarujá Alerta, que tem mais de 50 mil curtidas, chegou a receber diversas mensagens de internautas sobre a existência da suposta sequestradora. No dia 28 de abril, a página alertou que não havia registro policial de sequestro na cidade, e que “tudo não passava de boatos”.

Foto: Reprodução/Facebook 
Foto: Reprodução/Facebook
 
Fabiana, que também foi arrastada no meio da rua, teve ferimentos graves e chegou a ser socorrida com vida. O Corpo de Bombeiros a encontrou com os pés amarrados e o rosto desfigurado. A agressão foi registrada em vídeo e, segundo os vizinhos, ela estava apanhando por ser a mulher que estava sequestrando crianças na região. Ela também era mãe de dois filhos, uma de 13 e outra de um ano.

À polícia, a família afirmou que Fabiana não tinha nenhum envolvimento com sequestro ou agressão contra crianças. Segundo a PM, não há qualquer registro de ocorrência que envolva o nome da dona de casa. A agressão agora é investigada pelo 1º Distrito Policial. Fonte: Varela Notícias