Prefeirua
Desde que assumiu o governo Municipal em Tucano em 2013, o prefeito Igor Nunes, PT, vem a cada dia se tornando impopular, com as atitudes que tem tomado em relação ao funcionalismo público municipal.

Ao longo desses 23 meses de governo, o município tem sentido o peso da irresponsabilidade administrativa e do descaso do governo. Fornecedores de produtos e serviços ao município, têm tido dificuldades em receber o que lhe são devidos, servidores municipais têm tido atrasos constantes nos seus vencimentos, o hospital e os PSF’s tem se mostrado em situação crítica, transporte escolar sempre em atraso oque prejudicou o ano letivo, obras licitadas sem começar e outras até apresentando-se como em funcionamento, mais sem sequer ter havido ainda o começo da obra (PSF Mandacaru), entre tantas outras situações, tais como o pagamento do décimo terceiro salário dos servidores, que até o mês de junho vinha sendo pago na data do aniversário de cada servidor, e a partir de então, não foi pago. Já estamos em dezembro e nada se fala a respeito.

Diante de todos os fatos narrados e mais alguns outros não citados aqui, e considerando que o Município, não vem pagando com regularidade os salários de todos os servidores públicos, apesar de uma luta incansável, do Sindsmut, para ver a melhoria na qualidade dos serviços públicos, bem como para oferecer melhores condições de trabalho e a manutenção dos salários em dias dos trabalhadores, algumas medidas precisaram ser tomadas e, portanto, nessa segunda feira dia 01 de dezembro o Sindicato ingressou na justiça com o pedido de bloqueio das verbas do município, para poder garantir o pagamento dos salários dos servidores e também o pagamento do 13º salario dos mesmos.

Essa medida se fez necessária, porque o município não tem respeitado os direitos dos servidores e os atrasos têm sido frequentes, prejudicando assim o orçamento desses trabalhadores que têm sofrido com juros, multas e taxas, já que por conta da irresponsabilidade da gestão os trabalhadores acabam atrasando os pagamentos e as contas que contraem no decorrer do mês, tais como água, luz, telefone, aluguel, cartão de crédito, farmácia, supermercado, padaria e etc.Texto: Adenilton Rocha