O americano teve um problema inesperado após ter tomado um remédio para dormir. De acordo com matéria publicada pelo site Extra Notícias, Edward Stalling pretende processar o hospital onde ele fez uso do medicamento. Ele teve cerca de duas semanas de ereção.

Stalling chegou a ficar hospitalizado por 10 dias para que os médicos pudessem tratar o problema. Ele acabou desenvolvendo uma fibrose (onde as artérias e músculos do pênis tornaram-se endurecidos) e afirma que isso o deixou impotente e com dificuldade de urinar. Os médicos não teriam explicado todos os efeitos colaterais do uso do remédio e, por isso, a vítima planeja ir à Justiça.

De acordo com informações publicadas da CBS46, publicadas pelo site Extra Notícias, Stalling sofre de Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) e, de vez em quando, toma comprimidos para dormir para lidar com a insônia. Em outubro, ele foi ao Atlanta VA Medical, onde lhes prescreveram trazodona.

Em dezembro, com novos problemas para pegar no sono, tomou novamente e, quando acordou, teve a surpresa. Ele declarou a CBS46 que tomou o medicamento naquela noite e no dia seguinte acordou com a ereção.

Segundo o jornal inglês "Mirror", a trazodona é um antidepressivo que também é comumente prescrito para insônia. Um de seus efeitos colaterais raros é uma ereção dolorosa contínua, que ocorre em um em cada 20 mil usuários.