O corpo de um homem foi encontrado na manhã deste sábado dia (14), em um matagal, nas proximidades de uma estrada vicinal, conhecida como estrada da torre, que liga o município de Tucano, ao povoado de Raso, em Nova Soure.

 O corpo apresentava perfurações de arma de fogo nas costas, cabeça e tórax, e se encontrava em estado de gigantismo cadavérico e putrefação.

Segundo informações da policia militar, o corpo que estava sem identificação, foi reconhecido através de fotografias, pela a mãe e uma prima, como sendo, de Maurício Jesus Santos, de 31 anos, que estava desaparecido desde à tarde da última quarta-feira dia (11/março). 

Ainda segundo a polícia, os familiares disseram que o homem havia ligado para sua genitora, na quarta-feira, dizendo que estaria saindo de Araci, com destino ao distrito de Caldas do Jorro, em Tucano, onde ele residia. Desde aquele momento, nem apareceu e nem atendia as ligações no celular.

Ainda de acordo com a PM, “Moura”, como era conhecido, tinha algumas passagens pelo presídio, por assalto e outras práticas delituosas, além, de ser apontado como um dos envolvidos na morte de Márcio Rodrigues dos Santos, de 26 anos, vulgo “Paulistinha”, assassinado a tiros, no dia 27 de dezembro do ano passado, no calçadão da Praça Ana Oliveira, em Caldas do Jorro, em plena a luz do dia.

Após uma denúncia anônima, policiais militares localizaram o veículo da vitima, um VW/Gol de cor verde, placa policial; LVI-9866, licença de Itabaianinha- SE, abandonado em um matagal, a cerca de 9 km do local de onde se encontrava o corpo. A autoria do crime, ainda é desconhecida, mais a suspeita é de que Moura, tenha sido assassinado por vingança, ou acerto de conta.

O corpo da vítima foi removido para o Departamento de Policia Técnica (DPT) de Euclides da Cunha, onde passará por necropsia.Fonte: Gilsantosnoticias.com