Os funcionários que gravaram um vídeo mostrando a preparação do corpo do cantor Cristiano Araújo, que morreu em um acidente de carro na quarta-feira (24), serão demitidos por justa causa.

 As imagens, que foram divulgadas nas redes sociais ontem (25), causaram revolta nos fãs do sertanejo, que reclamaram na página do Facebook da Clínica Oeste, para onde o corpo de Cristiano foi levado.

O estabelecimento respondeu em uma nota enviada à imprensa, onde diz que “repudia com veemência o ato dos dois funcionários que, de maneira mórbida, gravaram e divulgaram tais imagens”, e que diante da atitude deles, “já tomou as providências legais para efetuar as demissões por justa causa”.

Nas imagens que circulam nas redes sociais, é possível ver um funcionário trabalhando nos preparativos do corpo do cantor, nu e aberto. A mulher que filma a cena chega a mostrar o rosto e aparenta fazer uma foto selfie com o corpo de Cristiano.

Redação: Correio