O município de Tucano, na região sisaleira baiana, teve a situação de emergência devido à estiagem reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional. A portaria foi divulgada no Diário Oficial da União na terça-feira (23) e elenca mais outras três cidades, Glaucilândia e Patis, em Minas Gerais, também por estiagem, e Landri Sales, no Piauí, devido à seca (quando a estiagem é prolongada). Com a inclusão de Tucano, agora são 26 cidades com condição de emergência por estiagem reconhecida pelo governo federal. Segundo o Ministério da Integração contatado pelo Bahia Notícias, o decreto tem validade de 180 dias contados a partir do decreto.

 A pasta aguarda a reivindicação da prefeitura de Tucano para poder encaminhar as solicitações, que podem ser atendidas ou não. Com o decreto federal, a cidade também pode pedir outros benefícios com outros ministérios, a exemplo de antecipação de FGTS e Bolsa-família para atenuar a situação financeira da população.

Redação: Bahia Noticias