O vice-prefeito da cidade alagoana de Canapi, Genaldo Soares Vieira, está sendo acusado de mandar matar a companheira Josielma Alves da Silva, em Paulo Afonso, no Vale do São-Franciscano da Bahia, em abril de 2015. Genaldo é considerado foragido e teve mandado de prisão decretado pela Justiça.

Josielma foi atingida com vários tiros, no bairro Prainha, morrendo dez dias após o crime. Segundo informações da Polícia Civil, o crime teria sido motivado por ciúmes.

A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), de Paulo Afonso, cumpriu na quinta-feira (23), em Canapi, um mandado de busca e apreensão na casa do vice-prefeito e encontrou uma espingarda calibre 12 e munições de diferentes calibres.

O pistoleiro contratado para matar Josielma, Mário César Camilo da Silva, foi preso na quarta-feira (23) em Canapi. A delegada Lígia Nunes de Sá, titular da DEAM/Paulo Afonso, que coordena a operação, disse que o pistoleiro contratou outras duas pessoas para assassinar a vítima, Fabiano Silva Santos e um adolescente, presos no mesmo dia do crime.

A operação que resultou na prisão de Mário César e na apreensão das armas na casa do vice-prefeito, batizada de “Desdêmona”, contou com o apoio de equipes da 18ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Paulo Afonso) e das Delegacias Territoriais (DTs) de Paulo Afonso e Glória.
O pistoleiro contratado para executar o crime já está preso

Josielma Alves da Silva foi morta dentro de um salão de beleza em Paulo Afonso

Fonte:PCS