ft27-08-2015_154527
O prefeito de Tucano, Igor Nunes, publicou um decreto que estabelece metas para orientar a população acerca da possibilidade de mudança da feira livre do município do sábado para sexta-feira, depois que o tema foi posto em pauta a partir de um evento promovido pela CDL de Tucano com comerciantes da cidade.

Durante evento promovido pela CDL na terça-feira (25/08), a maior parte dos comerciantes declarou publicamente a vontade de mudança do dia da feira livre, citando, como uma das justificativas as possíveis complicações na justiça trabalhista em decorrência do não pagamento devido de horas extras. Argumentos de outras categorias também foram levados em consideração, como o da Igreja Adventista, que, segundo representante, o sábado não é um dia adequado para realização de atividades comerciais.

Com a publicação do decreto, fica definido que a Prefeitura realizará durante o mês de setembro campanhas publicitárias em parceria com as rádios locais, com o objetivo de informar e orientar os moradores sobre o tema.

A Prefeitura encaminhará, ainda, ofício à Câmara de Vereadores solicitando a realização de audiências públicas com a população, a fim de ouvir todas as opiniões sobre a possível mudança. No encontro promovido pela CDL, o prefeito afirmou que a mudança da feira depende da vontade da maioria do povo. “A população como um todo precisa participar ativamente deste debate, e não somente pessoas ligadas ao comércio”, defendeu o gestor.

Segundo Igor, a Prefeitura vai realizar, também, uma pesquisa para consultar a opinião pública, além de ouvir todas as associações comunitárias da zona rural, e que a decisão definitiva só será tomada no próximo ano, depois que todas as etapas forem cumpridas e de forma democrática.

A partir de uma solicitação da CDL durante o evento, o decreto definiu que durante três meses, a partir de outubro, a feira livre será realizada às sextas-feiras, a título de experiência, para avaliar, na prática, o impacto econômico e social da mudança.

Fonte: ASCOM PMT