O investigador da Policia Civil Mário Cezar Pedreira Filho foi morto com um tiro de sua própria arma disparado pela esposa, na noite desta quinta-feira (20), em São Gonçalo dos Campos, no Centro-Norte do Estado, a 91 quilômetros de Serrinha.

Segundo a polícia, Meire dos Santos Pedreira atirou no marido e fugiu após o crime. Mário faria 57 anos nesta sexta-feira (21). Ainda de acordo com a polícia, o caso aconteceu por volta das 23h30 dentro do quarto do casal, na casa que fica na Rua das Flores, no bairro Estádio.

Meire teria descoberto que Mário estava tendo um relacionamento com outra pessoa e, por isso, o casal discutiu na noite passada. Durante a briga, Meire pegou a arma do marido, uma pistola .40, e fez apenas um disparo.

Mário foi atingido na boca e morreu no chão do quarto. No momento do crime, os filhos do casal, de 17 e 25 anos, estavam dentro da casa. Segundo a polícia, Meire conseguiu fugir antes da chegada da Polícia Militar.

A viatura fez buscas na região, mas não localizou a mulher. O corpo de Mário e a arma foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), em Feira de Santana. Ele era lotado na delegacia de Conceição de Feira e atuava como investigador na unidade havia três anos.

A polícia continua fazendo buscas para tentar localizar a suspeita. O caso será investigado pelo delegado Eugênio Rocha Viana Filho, em São Gonçalo dos Campos.