Foto: Reprodução
Morreu nesta segunda-feira (3) o repentista, aboiador toadeiro, vaqueiro, compositor e autodidata, Manoel Tomáz de Aquino, mais conhecido como ‘Manoelzinho aboiador’. 

Ele era natural de Pernambuco e chegou a cidade de Serrinha em 1967, logo ficou conhecido por sua figura marcante e presença garantida nos eventos culturais. Manoelzinho cantava o homem sertanejo, a dor e a glória do Nordeste em seus aboios improvisados, tornando-se um dos maiores representantes da cultura nordestina. Considerado por muitos o Rei dos Vaqueiros, no auge do sucesso, o velho Uirapurú gravou seguidamente cinco LP’s pela extinta Gravadora Condil. 

Fez carreira, ganhou prêmios, dinheiro e rodou o mundo levando na bagagem o grande amor pelo povo nordestino. Manoelzinho passava por problemas de saúde, não resistiu e veio ao óbito. 

O prefeito Osni Cardoso, decretou luto oficial de três dias, em que as bandeiras de Serrinha ficarão a meio mastro, pela passagem de Manoel.

Fonte: A voz do Campo