velório de uma idosa de 89 anos, identificada como Francisca da Silva Carvalho, foi interrompido por policiais que retiraram o corpo do caixão e o encaminharam ao IML da região para iniciar uma investigação sobre a morte. O caso aconteceu na cidade de Cocal, região norte do Piauí, na tarde desta segunda-feira (29).

A Polícia Civil foi até o local do velório da idosa, encontrada morta no domingo (27), após o irmão da mulher denunciar que ela sofria maus-tratos de uma filha. Para a família, as agressões podem ser a causa da morte. 
Depois de passar por perícia no Instituto de Medicina Legal (IML) em Parnaíba, o corpo foi encaminhado para o IML de Teresina. Após a abertura de inquérito para investigar o caso, a filha da idosa confessou, em depoimento, que batia na mãe porque ela chorava durante a noite.
A polícia continua a investigar o caso e colher depoimentos enquanto aguarda o laudo do IML. A filha, única suspeita da morte, permanece em liberdade, mas pode ser presa.