O detento Márcio Carvalho Gomes, de 28 anos, foi encontrado morto na manhã de sexta-feira, 11, no Conjunto Penal de Serrinha. Ele foi um dos líderes da rebelião que deixou nove mortos, em maio deste ano, no presídio de Feira de Santana. Na época, ele e outros 15 presos foram transferidos para a unidade prisional de Serrinha.

Segundo a polícia, o corpo foi encontrado com um lençol enrolado no pescoço, na cela SE 02 do Pavilhão do Seguro, onde estavam mais três presos. A esposa de Márcio acredita que ele tenha sido assassinado dentro da cela. Ela afirmou ainda que tanto ele quanto a família estavam sendo ameaçados.

Márcio Carvalho Gomes cumpria pena desde dezembro de 2013 por praticar vários assaltos em Feira de Santana, sobretudo no bairro Parque Ipê. Ele e outro comparsa tomaram um veículo Gol durante um assalto e usaram o carro para cometer os demais roubos.

O corpo dele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e será sepultado na cidade de Dias D'ávila. A Polícia Civil está investigando o caso.

Fonte:PCS