O governador Rui Costa formalizará na manhã da próxima sexta-feira (8), em Feira de Santana, o investimento de R$ 170 milhões em ações para produtores rurais. Os recursos serão destinados a cerca de 40 famílias. 

Do total do investimento, R$ 147 milhões serão destinados em três anos, através da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), na promoção do desenvolvimento rural no estado.

Com o edital para a seleção de projetos de apoio à cadeia produtiva de caprinovinocultura, por meio da Companhia de Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à SDR, no âmbito do projeto Bahia Produtiva, o governo investirá R$ 20 milhões, com recursos do estado e do Banco Mundial. 

Agricultores familiares e empreendedores da economia solidária dos 27 Territórios de Identidade da Bahia serão contemplados. Os projetos serão selecionados a partir da Manifestação de Interesse de organizações produtivas da agricultura familiar e de empreendimentos de economia solidária do Estado da Bahia. 

Para completar o volume de investimentos, serão entregues 16 retroescavadeiras a municípios, principalmente no semiárido, para construção de 617 aguadas. Foram investidos na ação R$ 2,8 milhões, por meio de dois convênios firmados entre o Ministério da Integração Nacional, Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF) e o Governo da Bahia, através da CAR.

Serão beneficiados os municípios de Abaré, Campo Formoso, Casa Nova, Chorrochó, Glória, Jeremoabo, Macururé, Miguel Calmon, Morro de Chapéu, Ourolândia, Paulo Afonso, Pedro Alexandre, Rodelas, Sento Sé, Várzea Nova e Pilão Arcado.