Familiares de uma mulher, falecida nesta segunda-feira (15), em Miguel Calmon, a 220 km de Serrinha, receberam o corpo de outra pessoa, quando o carro da funerária chegou na cidade nesta terça-feira (16).

Antônia Neuza Miranda de Carvalho, de 59 anos, morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. A unidade de saúde da capital, que autorizou a saída do corpo, só foi perceber o engano quando o veículo funerário já estava a caminho, trazendo o corpo de um homem para Miguel Calmon.

Segundo o A Tarde, o filho de Antônia Neuza, Manoel Adriano Carvalho, disse que a família ficou contrariada com o ocorrido. Ele precisou contratar outra funcionária para enviar o corpo.

A secretaria da saúde da Bahia (Sesab) lamentou o ocorrido em nota e declarou que já foi aberto um processo administrativo para apurar as causas do incidente.