Dr.-Igor
O prefeito de Tucano, Dr. Igor, é um dos finalistas da IX Edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, iniciativa que premia os melhores gestores do Brasil que tenham implantado projetos com resultados comprovados, ainda que parciais, de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município.

Com o projeto Trilhando Caminhos, Construindo Histórias, Dr. Igor é finalista na categoria Compras Governamentais de Pequenos Negócios e tem o seu trabalho reconhecido em uma das maiores e mais importantes premiações do país por ter criado condições de participação de pequenos (as) agricultores (as) na comercialização de produtos da agricultura familiar para a alimentação escolar, conforme prevê a Lei 11.326/2006 e as resoluções do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) .

E não é só isso. Além de garantir de forma empreendedora o acesso dos pequenos produtores rurais, ampliando a geração de trabalho e renda, o prefeito estimulou o fortalecimento de cooperativas e associações do município, promovendo capacitação e assistência técnica para que os agricultores e produtores rurais familiares tivessem acesso ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), estruturassem equipamentos e processos de produção, além de regularizar aqueles que não possuíam a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), dentre outras ações.

“Recebi a notícia com grande alegria. Ser finalista do prêmio Prefeito Empreendedor é o reconhecimento de um trabalho importante com o cooperativismo. Vamos pedir a Deus que após a visita técnica do Sebrae continuemos na disputa colocando o município no lugar que merece como referência na região”, relatou Dr. Igor após ser comunicado do resultado.

Ao optar por um modelo de gestão empreendedor, como reconheceu o Sebrae, Igor transformou completamente o padrão de compras de produtos para a alimentação escolar e o perfil do agricultor/produtor que fornecia para a Prefeitura. Além disso, ampliou significativamente o percentual de compras realizadas por meio da Lei 11.326/2006.

Até o final de 2012, os principais fornecedores eram médios produtores rurais e que estavam fora dos critérios exigidos pela Lei, e comprava-se muito das mãos de poucos, o que concentrava riqueza e aumentava a desigualdade, dois fatores históricos e limitantes ao desenvolvimento social e econômico de Tucano.

A proposta final do prefeito é ousada e tem como desfecho o apoio e estímulo à construção de uma Rede, a qual está sendo gestada pela ONG Humana Brasil, Central das Associações Comunitárias de Tucano (CACTU) e Sindicato dos Produtores Rurais junto ao Departamento de Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do município.

Constitui um projeto empreendedor, social e economicamente sustentável porque busca a construção de um modelo que coloca no centro do processo a agricultura familiar e os pequenos produtores, de forma organizada, e leva em consideração as potencialidades de cada comunidade e região.

Diante deste cenário promissor, o resultado do prêmio é o que menos interessa. O grande valor está no legado que o prefeito deixa para Tucano, ao mexer no embrião de uma estrutura de produção que estava à espera de uma oportunidade para mostrar seu valor e seu potencial. Igor mostra, ao assumir esse compromisso com agricultores e produtores rurais, que construir uma nova história é possível, sim. Bastava apresentar alternativas, caminhos que conduzissem, verdadeiramente, ao desenvolvimento.

Fonte: ASCOM