A proposta do vereador Pedro Macário Neto (PP), que recebeu 15 votos favoráveis, vai agora para sanção do prefeito Luiz de Deus.


Os vereadores de Paulo Afonso aprovaram na segunda-feira (25) projeto de lei que proíbe a venda de produtos como balas, pirulitos, refrigerantes e salgadinhos industrializados nas cantinas de escolas públicas e privadas do município. A proposta do vereador Pedro Macário Neto (PP), que recebeu 15 votos favoráveis, vai agora para sanção do prefeito Luiz de Deus.

O Promotor de Justiça, da Vara da Infância e da adolescência, Dr. Moacir Nascimento apoia a proibição de alimentos não saudáveis aprovados pela Câmara. Coxinhas de frango, refrigerantes e pastéis podem estar com os dias contados nas cantinas de escolas, principalmente nas particulares. Macário também apontou dados sobre a obesidade infantil para defender a proposta. "Atualmente, a obesidade pode ser considerada o principal problema de saúde infantil nas nações desenvolvidas e avança também nos outros países. O Rio Grande do Sul é o estado com a maior prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes", diz a justificativa do projeto, que ainda aponta como objetivos: "levar as escolas a oferecerem produtos mais saudáveis e as crianças a recriarem seus hábitos alimentares e influenciarem positivamente os pais em casa".

Fonte: chico Sabe Tudo